O Diabo veste Prada…..e veste camisa preta e calça jeans também.

Olá pessoas como vão? Esperam que estejam ótimos.Bem nesses últimos fim de semanas eu meio que decidi que iria dar uma pausas nas baladas,eu realmente estava extremamente baladeiro e agora parece que cansei um pouco tenho dado preferência a ir a barzinhos,pizzarias e rodízios de sushi com amigos jogar conversa fora,eu gosto muito de balada,mas balada não é o local ideal pra se trocar uma ideia.

Nesse sábado eu chamei a Denise e mais a minha amiga de trabalho que estava gostando de mim hehe pra sair,falei dessa amiga minha nesse post,passado aquele susto dela descobrir que eu sou gay,as coisas estão ótimas,continuamos super amigos,e nessa chamei ela pra vir conosco em um bar de sinuca muito bacana,lá as vezes rola umas atrações musicais bem bacanas e o público é bem misto pelo que deu pra notar,é predominantemente heterossexual (pelo menos parece rsrs),mas dá pra ver que alguns gays vão pra lá também,eu já tinha ido a esse bar duas vezes e sempre gostei de lá,a primeira vez foi com alguém que eu gostava muito,então ir a esse local me fez lembrar do sujeito…rsrs sim é do “D” que to falando,ele havia me levado a esse local logo após nossa primeira transa pra conversarmos,então ir a esse local me fez ficar nostálgico e juro que na hora que decidi ir pra esse local eu não estava querendo ficar lembrando dele,foi por que eu gosto do local mesmo e achei uma boa ideia nós irmos lá,mas quando eu pisei no bar a lembrança veio,estranho que já havia retornado aquele local com a Denise e não havia sentido isso,mas daquela vez eu senti,talvez em função do meu atual estado de espírito carente rsrs.

Chegamos bem cedo,acho que era por volta das 20:30,no dia tava rolando um samba e MPB,a artista era bem ruinzinha rsrs,enfim….estávamos numa espécie de “varanda”,era uma área externa pra fumantes,eu reduzi bastante o cigarro,fumo 2 ao dia,acho que nem dá pra dizer que sou fumante,mas quando bebo cerveja,chop e destilados em geral a vontade aumenta bastante,ficamos naquela área externa por um bom tempo conversando,a noite não estava muito fria,estava ameno e estava agradável ficarmos conversando.

Conversa vai e conversa vem,a Denise estava falando sobre um assunto que não estava dando muita atenção,me lembro que era algo sobre uma roupa que ela tinha mandado pra um costureira fazer,ai do nada ela interrompe o assunto e olha com cara de que tinha visto um fantasma,eu tava meio avoado na hora,distraído com pensamento meio longe ai a Denise me fala “Não olha agora,disfarça e olha quem acabou de entrar”,eu sou péssimo pra fazer isso,disfarçar e fingir que não tá olhando,bem eu apenas me virei e olhei e quem não me entra no maldito bar……sim o “D” junto com a esposa dele…. PUTA QUE PARIU,foi a primeira coisa que eu pensei,eu imediatamente fiquei gelado e totalmente desconfortável com a situação,isso sem falar que meu coração quase saltou pela boca,na hora a primeira coisa que e falei pra Denise e pra minha amiga do trabalho foi “vamos embora daqui”,a Denise não queria ir embora,até por que pra entrar nesse bar tinha que pagar entrada,acredito que ela usou essa desculpa por que queria ver minha reação diante tamanha saia justa.

Bem eu estava com cara de pânico no começo,mas depois de um tempo eu relaxei,eu olhei onde eles foram,eles sentaram na parte interna do bar e pelo jeito o “D” não tinha me visto,pelo menos acho.O foda é que quando tomo cerveja o tempo inteiro me dá vontade de ir ao banheiro e nessas eu fui ao banheiro umas 3 vezes,a primeira vez que levantei tratei de passar bem longe deles e o mais rápido possível,na segunda vez que me deu vontade passei pelo mesmo local,mas quando to saindo do banheiro, o “D” tava entrando e deu de cara comigo,na hora fiquei em choque e sem graça,não falei nada e sai sem nem mesmo cumprimentar,putz e ele estava vestido com a roupa que eu disse uma vez pra ele que eu gostava,uma camisa preta e uma calça jeans meio surrada,voltei rápido pra minha mesa mais branco do que papel.

A Denise começou a rir e perguntou o que tinha acontecido no banheiro,por que ela viu que ele levantou logo após eu ter ido no banheiro,falei que não tinha acontecido nada,que só tinha visto ele e não tinha nem cumprimentado.Minha amiga de trabalho ficou boiando no que tava acontecendo e a Denise fez o favor de explicar,já que eu estava ainda meio atordoado com a situação,depois disso dei umas olhadas de “rabo de olho” pra ver se ele tava olhando pra gente,e nas vezes que olhei disfarçado percebi que ele tava olhando pra gente.

Até que veio a terceira vez que me deu vontade de ir ao banheiro,to lá mijando e vejo o “D” entrar novamente,novamente entrei em pânico,fiquei nervoso terminei rápido e evitei o contato visual,quando to lavando minha mão olhei no espelho e ele tava me olhando,encarei por alguns momentos sem falar nada e sai,nossa meu coração parecia que ia parar.

Depois disso tudo,o D e a esposa vieram até a minha mesa nos cumprimentar,ele veio dizendo esse aqui era meu amigo de trabalho,lembra dele?.A esposa dele é muito simpática e sorridente,me cumprimentou,trocou umas palavras rápidas e ambos foram embora,antes de sair o maldito me deu uma última encarada e eu acabei olhando de volta,a Denise começou a rir,ela sempre gosta de ver o circo “pegar fogo”,depois de tudo isso fomos embora.

Chegando em casa cadê que eu conseguia dormir? fiquei pensando nele o tempo inteiro e danei a chorar,no dia seguinte tava eu fazendo meu café da manhã,meu celular toca um número que eu não conhecia,atendi e ficou um tempo sem ninguém falar nada do outro lado,depois de um tempo ouço alguém falar “Foi bom te ver ontem”…na hora fiquei branco de novo,sem saber o que falar,dai respondi “Quem é que ta falando?”,claro me fazendo de besta,pois eu sabia quem era e por pura falta do que dizer acabei dizendo isso,”Sou eu po,troquei de número”,eu tentei fingir uma indiferença,depois disso ele me fala “Você continua lindo”,nessa eu inventei que tinha que resolver um problema que não podia conversar e desliguei o celular.

Esse reencontro com o “D” me foi um mix de emoções,mas que definitivamente me fez um mal terrível,foi como se tivesse retirado uma casca de uma ferida cicatrizada.

Afinal o que há dentro do armário?

 

Acho que esse vídeo ilustra bem o nome que esse blog leva,quando decidi abrir o blog eu estava em um momento de vontade de me libertar totalmente das amarras que me prendiam e o blog me ajudou muito,acho que o ato de escrever aqui serve como uma espécie de diário,com o adicional que os leitores expõe suas visões sobre meus dilemas e seus casos pessoais e me ajudam a refletir e tentar tomar as decisões em minha vida.

As pessoas nesse vídeo muito do que elas passam eu já passei,já tive a fase de ser um sujeito confuso,o de não saber se realmente era isso que eu sentia,ou se era uma meres curiosidade,já tive a fase da negação,o de não se enxergar no esteriótipo pregado pela mídia,já tive a fase de tentar mudar isso em mim,por achar que isso era algo reprovável,algo ruim,a preocupação com a  reação da família conservadora e religiosa com toda questão dogmática religiosa que prega esse sentimento de culpa no homossexual e finalmente entrei na fase da aceitação de quem eu era,até finalmente chegar ao ponto que hoje estou,a fase que tenho orgulho de ser quem eu sou,sem precisar negar pra ninguém e nem ver isso como algo reprovável ou ruim.

Mas por experiência própria posso dizer que a vida fora do armário pra mim foi muito mais fácil,parece que todo peso que eu carregava nas costas desapareceu,me sinto livre,realizado e feliz,deixei de me preocupar em querer atender a expectativas dos outros e passei a olhar mais pra mim,e outra,as pessoas me tratam com respeito e não sinto nenhum tipo de diferenciação,isso não me atrapalha no meu convívio social,muito pelo contrário,abriu uma gama de novas possibilidades,conheci muita gente nova que sabem quem eu verdadeiramente sou e gostam de mim pelo que eu sou e não pelo que eu “deveria” ser.

a frase final do vídeo resume bem a questão,que a partir do momento que você se aceita,você atrai pra si pessoas que te aceitam,não podemos esperar que todos na sociedade vão nos aceitar,infelizmente não podemos agradar a todos,começar a agradar a nós mesmo já é um grande passo.

E o final do vídeo é muito legal e surpreendente….não vou falar pra não estragar a surpresa,caso não tenham visto ainda :)

E pra completar tem esse outro ótimo video que hoje retrata minha atual situação,sem medo,de cara limpa e realizado :) a gente,já virei fã desse pessoal do Põe na roda <3

Da cor do pecado,oh perdição hahaha

Esse post que vou fazer agora foi um pedido de um leitor do blog feito através dos comentários

caik  “iae cara beleza ? tenho uma pergunta , o que você acha dos negros ? acha eles bonitos ? já saiu com algum ? se não sairia ? obrigado adoro seu blog…[...]cara faz um post especial sobre negros , por favor , pois sou e sinto uma grande repressão dos gays em relação aos negros , faz um post ai com alguns que você acha bonito e talz , mais faz uma seleção de seu gosto , não coloque aquelas primeiras fotos que aparecem no google igual um outro cara que eu pedi fez , nossa cara se você fizesse isso ficaria muito grato , obrigadoooo ;)”

 

Primeiro de tudo,respondi a pergunta do nosso leitor com um grande SIM,acho homens negros lindos,só eu sei como eu fiquei assistindo aquelas cenas do Will Smith sem camisa em “Eu robô” HAUHAUHA,mas vale salientar uma coisa,não é o meio gay que reprime os negros,é a sociedade no geral,inegavelmente fazemos parte de uma construção cultural racista,onde existem os padrões ideais,o que é uma grande besteira,fora a enorme contribuição que o nazismo deu para isso,a de colocar traços europeus como sendo mais belos,melhores ou superiores ao das demais etnias,o que muita gente acaba absorvendo de forma inconsciente.

O primeiro grande passo pra se derrubar esse paradigma,são os próprios negros verem que são sim belos com todas as suas características étnicas,um negro não precisa de “europeuzar”….pra ser visto como alguém belo como é o caso da Beyonce e renegar suas características,bem enfim…vamos ao que interessa,minha seleção de homens negros que acho lindos…e começando pelo que eu já citei…

Will Smith

will smith

Quem diria que aquele magricelo que fazia um Maluco no pedaço,seriado que faz parte da minha infância travessa ia virar esse monumento hahaha,toda vez que penso em Will Smith me lembra de quando eu tava assistindo “Eu,robô” e aparece o Will Smith sem camisa,nossa foi só tempo de eu entrar em ebulição e ir correndo pro banheiro.O que aumenta meu fetiche por ele é esses rumores de uma época que ele estava em separação com a esposa,de que ele a teria deixado por causa de um rapper…ai Jesus,será que ele é gay?

Ronnie Amadi

Ronnie Amadi

Ronnie Amadi é um jogador de futebol americano,nas épocas que eu assistia muito TV à cabo e que continhas alguns canais americanos,já tive a oportunidade de vê-lo jogar,mas sem prestar muita atenção,só fui prestar a atenção no quanto ele era bonito depois que ele concedeu uma entrevista a um canal americano,acho que era Spike TV,não lembro e putz,sim o cara é gato.

Idris Elba

Idris Elba

Outro ator que me causou uns efeitos bem obscenos hahaha,eu sempre tive problemas de insonia…resultado,via todo tipo de série da madrugada e claro que via muitos filmes que passavam no Super Cine rsrs um desses filmes foi o “Obsessiva”,filme que trás esse deus grego,junto com a lindíssima e também negra Beyonce no papel de esposa do Idris,ele faz o papel de um empresário,advogado,sei lá não me lembro agora o que era,que contrata uma estagiária que adquire uma obsessão sexual pelo Idris (e com toda razão haha),e isso começa a afetar o casamento dele a níveis extremos,enfim…é um ótimo suspense e drama,pra quem gosta do gênero.

Stefan Burnett (Mc Ride)

DeathGrips-608x405

O Stefan Burnett ,ou como é conhecido Mc Ride,é o líder da banda de Hip hop Industrial,Death Grips,que por sinal sou fã,conheci o Death Grips em mais uma das minhas garimpadas musicais na época que eu estava em um vício por música Industrial do tipo Throbbing Gristle,SPK,Test Dept e cia e com as fusões de gêneros rock  + Industrial que sai coisas como o Nine Inch Nails,electro + industrial que sai coisas como o Skinny Puppy….o Death Grips une o hip hop com a música Industrial e com uma pitada de postura punk no palco,isso por si só já me encanta,o fato é que tenho uma quedinha por barbudos também e o Stefan é pra mim um dos melhores e mais bonitos rappers da atualidade,pra quem não conhece o som….

Rafael Zulu

rafael zulu

E é claro que um brasileiro não poderia ficar de fora,confesso que nunca fui de acompanhar novela,realmente não gosto,as poucas vezes que vi alguma coisa era por que estava sentado na sala e acabava vendo de tabela,mas o Rafael Zulu é o tipo de cara não me passou despercebido,acho o que eu acho mais bonito nele é o sorriso e…todo o resto hahaha,mas enfim dispensa comentários….rsrs

Alexandre Pires

alexandre-pires

Sim detesto pagode,e sim Alexandre Pires é gostoso pra caralho hahaha não tem o que dizer muito,só não vá cair na besteira de caçar fotos dele no começo da carreira haha se bem que…. as vezes sirva de estímulo,todo mundo tem jeito nessa vida hahaha

Terry Crews 

the-expendables-crews

Terry Crews eu conheci ele por meio daquele engraçado filme “As Branquelas” naquela mítica cena dele “desmunhecando” ao cantar A Thousand Miles da Vanessa Carlton hahaha ele apesar dessa cara de malvadão e tamanho,ele parece ser um cara muito engraçado e de muito bom humor,o que me fez virar ainda mais fã dele foi o seriado “Todo mundo odeia o Chris”.

Djimon Hounsou

o-DJIMON-HOUNSOU-570

Confesso que acho péssimo quando o Djimon Houson resolve deixar aquela barbixa de bode hahaha,mas acho ele lindo demais e algo no corpo dele me faz lembrar as esculturas de Micheangelo,tamanha a perfeição,perfeição em mármore negro,eu gostei muito dele no filme Diamante de Sangue,que é um filme que fala sobre a extração de diamante em regiões africanas e de como isso gera morte e guerra,super recomendo o filme.

NeYo

neyo-fashion

NeYo é outro artista que não simpatizo com sua arte,mas escuto muito de tabela suas músicas nas rádios e toca muito nas baladas que eu frequento também,conheci ele por meio da MTV em um daqueles programas de TOP 10 de clipes,sempre achei ele bonito,e sempre acho lindo negros que tem esses olhos meio puxados assim,putz é sexy hehe

Bem por enquanto é isso,pode ser que eu venha a fazer uma parte 2 dessa lista,por que gente não falta…rsrs Eu queria colocar uma foto de um amigo meu aqui,mas seria muita falta de ética fazer isso e pior ele é heterossexual rsrs enfim,com ele eu fico só na vontade mesmo.Ahhh Marlon,eu ainda te pego  HAHAHAHA

E o “gaydar” alertando….

Ola pessoal,como vocês estão? hehe espero que estejam bem…rsrs Pois bem o que vou contar agora já aconteceu faz um bom tempo,mas vai saber por que cagas d’água esqueci de postar aqui no blog,na realidade acho que por que só fui me recordar desse evento ontem,eu sofro de graves problemas de insonia,demoro a pegar no sono e quando decido ir dormir,isso já altas horas da noite,fica passando milhares de coisas pela minha cabeça,dai ontem lembrei desse episódio e pensei “putz isso dá uma boa postagem” rsrs

olhar desconfiado

 

Bem,como quem acompanha o blog sabe,eu sai de casa e estou dividindo um apartamento com meu amigo que é tatuador profissional,falei dele aqui nesse post ,eu conheci ele durante um trabalho que fui fazer nas minhas costas e durante as sessões a gente trocou umas ideias e acabou surgindo uma identificação bacana,um coleguismo mesmo e eu comecei a acompanhar ele em alguns eventos que tocava punk e hardcore,nisso a gente acabou virando amigos mesmo.

Teve uma época que ele foi embora de São Paulo e foi morar em Brasília,mas voltou e me convidou pra dividir apartamento com ele,mas antes que eu aceitasse,eu decidi falar pra ele que era gay,isso por que eu já tinha intenção de levar pessoas pra lá claro…rsrs.Pra minha surpresa a reação dele foi de completa naturalidade,o que me deixou bastante animado quanto a isso.

Dai sai de casa e agora eu moro junto com ele,mas nunca rolou nada entre a gente,até por que eu não sinto atração sexual por ele,ele não é um cara feio,mas o meus sentimentos por ele é de amizade mesmo,coleguismo.

Dai nesses meses de convivência que tivemos ele arrumou uma namorada,ela as vezes aparece lá em casa,não sou amigo dela,ela entra senta,me cumprimenta,trocamos algumas palavras,mas não pintou identificação entre a gente pra uma possível amizade,ela é muito fechadona e também acho ela muito esnobe,metidinha mesmo rsrs,já até falei isso com meu amigo,ele dá risada quando falo isso.

Dai certo dia ele chegou lá em casa puto da vida,batendo porta e com uma cara de que tinha acabado de brigar,na mosca,perguntei o que tinha rolado,mesmo já desconfiando o que tinha rolado,ele me disse que tinha brigado com a namorada por que ela teve uma crise de ciúmes em um evento que os dois tinham ido,a namorada dele viu ele conversando com uma ex-namorada,deu pití,jogou bebida nele,nisso eles ficaram do lado de fora do evento batendo boca e terminaram o namoro na porta da boate,terminaram entre aspas por que depois desse dia eles tiveram algumas recaídas pelo que ele me contou,dai depois que ele me contou isso tudo ele simplesmente me diz “Putz você não me entende como é lidar com mulher histérica”,ai eu respondi “Pior que entendo sim,já namorei com mulher caso não lembre”,ai ele disse “putz é verdade,mas com certeza que homem com homem as coisas devem ser mais fáceis,homem entende homem,então não tem esses dilemas”,dei uma risadinha e falei “ue arruma um homem então ue haha,quem dera fosse fácil também,os problemas que heteros tem em relacionamentos,homossexuais também tem,em algumas coisas é até pior”….depois disso o assunto morreu,ele foi pro banho esfriar a cabeça e foi dormir,confesso que achei essa colocação dele meio estranha,ainda mais pelo tom de voz que usou,mas deixei passar batido.

Ai depois desse episódio nós fomos em um bar de rock juntos com mais um amigo meu que é gay que gosta de rock clássico e mais um amigo dele,que não conhecia muito,o bar tem um clima ótimo,aquele clima de “bar sujo de motociclistas americanos” hahaha ADORO isso…..e lá ficamos um tempão trocando ideia e fazendo os machões virando uma bebida atrás da outra e nessa meu amigo ficou bêbado pra caralho,eu tive que acabar levando ele pra casa,me despedi do pessoal e levei ele pra casa,quando chego em casa,ele começou a chorar,vixe aquele típico choro de bêbado,levei ele pro banho,tirei a roupa dele e coloquei ele debaixo do chuveiro frio,ele é bem pesado,mas aguentei levar ele pro chuveiro,antes tentei fazer ele vomitar,mas ele não conseguiu,enfim…na hora que to dando banho nele,percebi que ele começou a pegar no pênis e eu tirando a mão dele o tempo inteiro e falei “olha se você continuar eu vou te largar aqui no chuveiro sozinho”,ai ele ficou mais quieto,ai levei ele pro quarto pelado mesmo,ai fui no meu quarto buscar um cobertor,fui lá e voltei e quando vejo ele tava se masturbando em cima da cama,não falei nada,entrei peguei o cobertor joguei em cima dele e quando to saindo ele me puxa pela roupa e fala “me faz um carinho”,na hora eu fiquei irritado com ele,falei que não ia fazer nada e sai do quarto.

Depois disso,no dia seguinte,eu acordei bem cedo e ele acordou lá pra depois de 14:00 da tarde,dizendo que não lembrava de nada,que tava com a cabeça doendo e talz,ai eu perguntei “você realmente não lembra de nada?”,ele falou que não,que só lembrava de quando tinha chegado em casa e entrado no chuveiro,na hora não falei mais nada.

Ok que quando bêbado a gente faz muita merda sem noção,mas há quem diga que o que a gente faz bêbado foi pensado sóbrio,eu particularmente sei mentir quando estou bêbado hahaha uma habilidade para poucos,eu realmente nunca tive motivos pra desconfiar desse meu amigo e jamais que iria me aproveitar daquela situação,mas que hoje em dia eu já fico com o gaydar ligado em relação a ele,isso eu fico,pode ser que ele tenha algum tipo de curiosidade que veio a tona quando bebeu,ou talvez um bissexual que reprime uma parte dos desejos,vai saber….

 

Quando você tem que lidar com gay homofóbico

Há alguns meses atrás lidei com uma situação bem embaraçosa,particularmente eu tive grandes bloqueios pra aceitar minha homossexualidade,depois de ter superado isso pude refletir mais claramente do por quê essa minha relutância.

Inegavelmente vivemos em uma sociedade machista e homofóbica onde existe diversas pressões sociais para que nos adequemos aos papéis determinados por ela, na visão geral um homem se relacionar com outro homem é o fim do mundo,é um ultraje,a simples ideia é levado como uma ofensa pessoal o que gera ódio e violência.

Mas sabe qual é a maior ironia de tudo?como se já não bastasse toda a homofobia que temos que suportar por parte da sociedade,o meio LGBT também é muito homofóbico onde surgem umas bizarrices do tipo “gays homofóbicos”,sim,são gays que acham que por serem masculinizados ou que não dão pinta,isso os torna superiores,melhores….”menos gays” do que os efeminados.

Sendo sincero eu tenho sim preferência por homens gays masculinos ou cisgêneros,mas não vejo nenhum impedimento em me relacionar com homens com traços de efeminação,já me relacionei com alguns,mas enfim….gosto é gosto,o que acho inadmissível é ver gays reproduzindo discurso de opressão contra essas pessoas.

Eu sou masculinizado e isso acaba por atrair esses tipos bizarros pro meu lado,eu não tenho nenhum bloqueio com homossexuais efeminados,tenho amigos que são,já tive dois rolos com dois homens que eram um pouco efeminados e tenho atualmente amigas que são travestis,e sim saio com todos eles sem a menor vergonha ou constrangimento,porém em ocasião isso no mês passado foi eu e mais um amigo meu que também é gay masculinizado pra uma boate gay,o lugar tava bem cheio,confesso que no dia não tava com a mínima vontade de sair,mas por insistência desse meu amigo acabei indo com ele,mesmo desanimado e com um mal humor,pensei que se talvez eu saísse de casa e visse um pouco de gente nova,eu me animaria e..que nada fiquei com cara de bunda a festa inteira,acabei ficando de saco cheio e indo embora bem cedo.

Durante a festa,meu amigo passou um bom tempo conversando com dois caras que eu não conhecia,um coroa até bem bonitão que aparentava ter uns 40 e poucos anos e um outro mais novo que parecia ter uns 28 anos,olhei um pouco e achei bonito,mas como não tava animado no dia nem me interessei,esses dois passaram a festa inteira quietos em um canto sem falar muito fazendo “carão” o tempo inteiro.

No dia seguinte eu tava no celular e esse amigo que tava comigo puxou papo no whatsapp falando comigo que o cara mais novo tinha ficado interessado em mim e pediu pra ele fazer uma “ponte”,por que ele não tinha coragem de puxar papo comigo,eu falei que por mim tudo bem,eu poderia conversar normal sem compromisso.

Ai quando cheguei em casa depois do trabalho,cansado,fui relaxar um pouco e mexer na internet e vi que tinha solicitação de amizade dele no meu facebook,aceitei,um pouco mais tarde ele entrou e puxou papo e falou

“Ah é você que é amigo do “fulano” né?”
Eu respondi “Sim sou sim”
“Ah que te vi na boate ontem,você ficou longe e não fomos apresentados”

Ficou nessa conversa de cerca lorenço por alguns momentos até que depois de uns 15 minutos de enrolação achei que tava em algum aplicativo de pegação do tipo “Grindr” ou Scruff,aliás eu deletei esses aplicativos por que as pessoas no geral trabalham muito com rotulações do tipo quantos anos?,curte o que?,tem local…particularmente esses aplicativos me fazem um mal danado,enfim,não julgo quem gosta,eu não curto,prefiro a coisa ao vivo mesmo.

Ai ele começou “Ah que te achei bonito”
“Ah obrigado pelo elogio”
“Posso ser direto? tu curte o que?”
“Em que sentido tu tá perguntando”
“Sexo,tu curte o que?”
“Ah depende,eu tenho preferência em ser ativo”
“Uhh acabou de ganhar muitos pontos comigo,só me relaciono com ativos,mas sem viadice e no sigilão”

Bastou essa frase pra eu sacar o tipo de pessoa que ele era,o típico “gay machão homofóbico”,não vou ser hipócrita em dizer que  beleza exterior não conta pra mim,conta sim muito,eu só me envolvo com quem me dá tesão,mas quer me broxar totalmente é perceber que a pessoa linda é um lixo de pessoa,nisso decidi dar corda pro assunto pra ver até onde ele iria com isso de “sem viadice”,dai falei

“Nossa odeio esse termo viadice,pejorativo demais”
“Efeminado,tá melhor?!”
“Ah,mas “viado” todos nós somos,tanto eu,quanto você,quanto o efeminado são “viados” do mesmo jeito”
“Ah fera eu odeio efeminado,nego que acha que é mulher que faz escândalo,que se maquia,usa saia.”
“Ah eu tenho vários amigos efeminados,confesso que prefiro homens mais masculinizados também,mas não me impede de me envolver com possíveis efeminados e nem vejo efeminação com algo negativo”

Bem depois que eu falei isso,o assunto rendeu bastante,e foi uma chuva de preconceitos que me reviraram o estômago e só demostrou que o sujeito é o exato modelo de tudo que eu abomino numa pessoa,é um gay homofóbico,trans fóbico,machista,….o sujeito chegou ao ponto de se auto denominar “um quase heterossexual”,eu claro dei risada por dentro quando ele disse isso,eu por pura maldade quando já não suportava mais ter que ficar batendo boca com esse sujeito,fiz questão de iludir ele dizendo que ia marcar de um dia pra gente sair,que era dotado e blablabla e ele ficou todo animadinho,coitado no dia seguinte já tinha excluído e bloqueado.

Depois disso comentei com meu amigo como eu tinha achado ele um completo babaca e os motivos,depois de uns dias encontrei com meu amigo novamente e ele veio me falar que ele falou com ele e que tava puto,que tinha falado mal de mim,que eu era hipócrita,que fingia ser liberal demais,mas que na realidade eu não era nada daquilo,esqueci de falar que o sujeito é quase um analfabeto funcional também,o que me broxou mais ainda,mas adorei a ideia de saber que deixei um sujeito desses com o cu piscando e vai ficar só na vontade mesmo….hahahaha #bixamá

Gente pelo amor né,ser gay masculino não faz você ser menos gay,ser gay ativo não faz você ser menos gay,gay efeminado é uma característica pessoal e gay masculino e efeminado são igualmente gays e ambos devem lutar juntos em prol dos seus direitos e reconhecimento como integrantes de uma sociedade plural,de preconceito já basta o da sociedade,ter que aturar esses “pseudo heteros” de balada se achando os tais e arrotando preconceito que só prejudica nós mesmos,como se isso fosse vantagem…ah me poupe,não tenho o menor estômago pra isso.

 

Quem tem muita opção na realidade não tem nenhuma.

Ola pessoal tudo bem? muito tempo sem postar não é verdade? rsrs pois bem,esse tempo longe me ajudou a acumular uma série de fatos que aconteceram na minha vida e pretendo ir falando aos poucos agora que estou de férias da minha faculdade,passei com louvor sem precisar fazer nenhuma prova final….palmas pra mim hahaha ta parei.

Bem como todo mundo já sabe,eu decidi sair do armário e viver intensamente minha vida gay,de ir pra noites,baladas,conhecer pessoas e tudo mais,antes eu era enrustidão total,hoje em dia decidi deixar meus personagens e máscaras como elementos do passado.
Nessa de viver a vida gay de forma intensa eu acabei conhecendo muita gente e me relacionando com algumas,mas aos poucos isso vem me cansando muito,uma triste realidade do meio gay é que de fato o meio é muito hedonista,onde as pessoas aproveitam muito o momento sem se importar com amanhã e eu achando que me assumir seria o segredo pra achar alguém legal,mal sabia que meu tormento só tava começando.

Nessa já passei por muita situação de está com um cara ontem e no dia seguinte dou de cara com a pessoa que me vê e nem me cumprimenta,eu ainda tenho uma visão muito romântica da vida e um dos meus amigos fala que ainda tenho que tomar um choque de realidade pra ver se caio na real.

E por falar nesse amigo,esse amigo meu é o amigo ruivo que eu já até comentei dele por aqui,a gente é meio que tico e teco,anda sempre junto,gosta das mesmas coisas e tudo mais,quando conheci ele,ele tava passando por um momento de crise no relacionamento dele,tava ainda com a cabeça no ex que não dava a mínima pra ele e eu tinha acabado de me assumir gay pra minha mãe e tava naquele clima de querer rasgar o véu da viúva hahaha me libertar total,era a época que eu estava me envolvendo com o “D” o homem casado.

O que não comentei aqui era que esse meu amigo meio que tentou me pressionar a ter algo sério com ele e eu claro não aceitei por dois motivos,primeiro que eu ainda vivia a doce ilusão de que o “D” ficaria comigo e segundo que jamais me envolveria com alguém sério pra servir de substituto pra sentimento mal curado,por que era evidente que ele ainda gostava do ex e vira e mexe ele ainda comenta do sujeito,não com a mesma paixão nos olhos,mas comenta.

Na época fiz um grande pouco caso realmente,porém esses meses que foram passando eu fui conhecendo ele mais e mais e acabou surgindo o interesse,ele obviamente correspondeu,porém tentei ir com calma pra ver qual era,isso por que apesar de tudo ele é um cara extremamente galinha,aquele do tipo “deu mole já estou pegando”,o que acabou me gerando uma imensa insegurança de ter algo sério com ele.

A gente ficou na amizade colorida e deixei bem claro que por enquanto era só isso que ia ser,a gente fica,se curte,mas depois é cada um pro seu lado,mas cadê que eu sei separar sentimento pra pura curtição? quando fui perceber já estava apaixonado pelo sujeito,e foi nessa que acabei me descobrindo um cara ciumento,quando eu via ele com outros caras acabava minha noite,ia embora pra casa sem me despedir e ficava uns 3 ou 4 dias sem atender ligação,sem falar com ele,mas chegava fim de semana,eu já estava normal e lá íamos nós de novo sair,pra mais tarde eu está mal novamente.

E nessa ,a própria curtição com ele começou a me fazer mal,eu me sentia um objeto a ser utilizado nessa situação e não era correspondido a altura do que eu já estava sentindo por ele,foi nessa que acabei falando que estava gostando dele e que essa situação não poderia continuar,o que ele fez? disse que estava confuso e que não estava pronto pra assumir relação com ninguém no momento.

Depois disso decidi cortar completamente qualquer relação sexual com ele,somos só amigos,nessa acabei conhecendo outro cara,que é um cara maduro,seguro de si e tudo mais,comecei a sair com ele pra conversar,trocar uma ideia e o sujeito é do tipo grude,o que gosta de marcar território e pressionar a pessoa a ceder a sua vontade,porém um amor de pessoa, atualmente tenho vivido uma fase onde mesmo eu tendo ficado com todo tipo de gente,eu me sinto mais carente do que nunca,e aos poucos estou cedendo a essa pressão desse cara,o de assumir algo sério com ele,mesmo tendo a plena consciência de que ainda não sou apaixonado por ele e que nem ele é o tipo de cara que permeia meus sonhos,mas tenho que deixar de ser besta também,sonhos são apenas sonhos,as vezes não custa tentar e pagar pra ver qual é.

Nisso acabei comentando com meu amigo sobre esse cara que estou saindo e qual não é minha surpresa?,o meu amigo ficou com ciúmes,começou a falar que não fiz o mínimo esforço pra conquistar ele,de que ele estava cansado de se dedicar as pessoas e as pessoas trocarem ele por outro e que pela primeira vez na vida ele queria que eu fosse essa pessoa.Na hora fiquei sem reação alguma,chocado mesmo,eu já tinha falado dos meus sentimentos pra ele e agora ele me vem falar isso.

O ciúmes dele chegou em grau tão bizarro que ele procurou esse cara que estou saindo no intervalo de almoço do trabalho dele pra falar sobre o envolvimento que já tivemos,no dia seguinte o cara mais velho me ligou perguntando quem era,eu tentei explicar a situação,mas a coisa ficou muito chata,fui na casa do meu amigo cobrar explicações e lá ele fez todo um drama,que se sente sozinho,que ninguém liga pra ele e blablabla, nessa acabei tendo uma recaída com ele e me arrependendo profundamente logo em seguida,mas enfim,minha cabeça mais confusa do que está impossível.